Se Jesus é o Caminho, como ficam as outras culturas que nunca souberam dele?

Tempo de leitura: 2 minutos

Se Jesus é o Caminho, como ficam as outras culturas que nunca souberam dele?

Essa sempre foi uma pergunta que tive desde a adolescência. Principalmente depois de começar a ler alguns livros e estudar mais sobre a história humana.

Uma pessoa que nasceu em um país fechado e nunca teve nem acesso a uma bíblia, por exemplo, não sabe quem é Jesus e nunca ouviu falar sobre ele. Essa pessoa não teve culpa de nascer onde nasceu, mas mesmo assim ela será condenada? Vejamos mais sobre esse tema aparentemente complexo, mas que é bem simples.

Se Jesus é o Caminho, como ficam as outras culturas que nunca souberam dele?

A partir do momento que comecei a entender o Evangelho essa dúvida rapidamente desapareceu. Ganhei a consciência de que Deus é Deus para além das fronteiras da religião!

Deus não está condicionado a uma regra ou a uma ideia, Deus é Deus e muitas vezes o fato de condicionarmos Deus a nossa cabeça, diminui Deus. Deus é Deus para além da minha cabeça e isso basta!

Deus não é Deus de evangélicos somente, Deus é Deus de gente, veja:

Jesus era a verdadeira luz que, vindo ao mundo, ilumina todo homem. João 1:9

Quando cremos que Jesus é a luz que vindo ao mundo, ilumina todo homem, saímos da nossa “gaiola existencial” e passamos a ver Jesus não como alguém que morreu pelo meus pecados, mas como alguém que morreu pelos pecados da humanidade (das pessoas que vieram antes dele, dos seus conterrâneos e dois que vieram depois dele!). Pois ele é o “cordeiro imolado desde a fundação do mundo”!

Toda criação de Deus é graça! Seja o ateu ou o pastor, todos estão debaixo da mesma graça. Entretanto cada um será julgado conforme a sua consciência, veja:

Aquele servo, que soube a vontade do seu senhor, e não se preparou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites;
aquele, porém, que não a soube, e fez coisas que mereciam castigos, será punido com poucos açoites. De todo aquele a quem muito é dado, muito será requerido; e daquele a quem muito é confiado, mais ainda lhe será exigido.
Lucas 12:47,48

Quem teve o privilégio de conhecer e aprender sobre Jesus, não receberá o mesmo julgamento do que aquele que nunca o conheceu.

Para complementar leia: Como será o Juízo Final? 

Jesus é o caminho e eu e você sabemos disso, cabe a nós vivermos de modo digno do Evangelho de Cristo, agora não tente enquadrar as pessoas que não tiveram essa oportunidade na mesma situação que você e eu.

Para finalizar, sugiro que leia:

Até já!

2 Comentários


  1. Saudações cristãs a todos.
    Alguém já ouviu falar de que Jesus só voltaria quando todo o mundo tivesse ouvido falar dele?
    Pois é quando leio uma parábola escatológica de Jesus que diz assim:

    1 – Então Jesus, tomando a palavra, tornou a falar-lhes em parábolas, dizendo:
    2 – O reino dos céus é semelhante a um certo rei que celebrou as bodas de seu filho;
    3 – E enviou os seus servos a chamar os convidados para as bodas, e estes não quiseram vir.
    4 – Depois, enviou outros servos, dizendo: Dizei aos convidados: Eis que tenho o meu jantar preparado, os meus bois e cevados já mortos, e tudo já pronto; vinde às bodas.
    5 – Eles, porém, não fazendo caso, foram, um para o seu campo, outro para o seu negócio;
    6 – E os outros, apoderando-se dos servos, os ultrajaram e mataram.
    7 – E o rei, tendo notícia disto, encolerizou-se e, enviando os seus exércitos, destruiu aqueles homicidas, e incendiou a sua cidade.
    8 – Então diz aos servos: As bodas, na verdade, estão preparadas, mas os convidados não eram dignos.
    9 – Ide, pois, às saídas dos caminhos, e convidai para as bodas a todos os que encontrardes.
    10 – E os servos, saindo pelos caminhos, ajuntaram todos quantos encontraram, tanto maus como bons; e a festa nupcial foi cheia de convidados.
    11 – E o rei, entrando para ver os convidados, viu ali um homem que não estava trajado com veste de núpcias.
    12 – E disse-lhe: Amigo, como entraste aqui, não tendo veste nupcial? E ele emudeceu.
    13 – Disse, então, o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.
    14 – Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.
    Mateus 22:1-14.

    Podemos perceber, que é exatamente o que acontece hoje, os Missionários enviados (os servos no v.3), a pregar o evangelho no mundo todo (os convidados no v.3), sendo esses Missionários ultrajados e mortos no Oriente Médio (v.6), a guerra civil na Síria e possíveis pontos do Oriente Médio (O Rei destruindo os homicidas no v.7), ateus, católicos, umbandistas ou pessoas de qualquer religião aceitando Jesus (tanto maus quanto bons no v.10), e por último uma pessoa que não estava espiritualmente santificada (sem as vestes nupciais v.11 e 12).

    Portanto, meu amigo Luiz Henrique, acredito que o nosso Salvador só retornará quando todos, sem exceção tiverem a oportunidade de ouvir falar dEle,

    Você já viu esse vídeo com link abaixo do evangelho sendo pregado na China?
    https://www.youtube.com/watch?v=k7oxPZ69kcY.

    Por isso temos também que ser como esses Missionários, cumprindo o Ide de Jesus em Mateus 28:19-20. para que o nosso Senhor e Salvador arrebate o maior número de almas possíveis.

    Jorge

    Responder

    1. Olá irmão Jorge, graça e paz!

      “Portanto, meu amigo Luiz Henrique, acredito que o nosso Salvador só retornará quando todos, sem exceção tiverem a oportunidade de ouvir falar dEle”. E quanto as pessoas que já morreram ao longo da história sem ouvirem falar dele? Não seria errado pensar que nos dias de hoje Jesus retornará somente quando todos ouvirem a palavra, sendo que ao longo da história bilhões já se foram (ou seja, Jesus voltou para eles), sem conhecerem o Jesus histórico?

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *