Qual o limite entre ter fé e se conformar com a realidade?

Tempo de leitura: 4 minutos

Muitos nos dias de hoje pregam que precisamos ter fé e que tudo provem da nossa fé. Isto é verdade, mas e quando a situação não pode ser mudada? E quando a vida se apresenta de uma forma em que a nossa fé é praticamente inútil? Como podemos lidar com a nossa vontade de mudar o que não pode ser mudado?

E disseram-lhe seus servos: Que é isto que fizeste? Pela criança viva jejuaste e choraste; porém depois que morreu a criança te levantaste e comeste pão.
E disse ele: Vivendo ainda a criança, jejuei e chorei, porque dizia: Quem sabe se DEUS se compadecerá de mim, e viverá a criança?
Porém, agora que está morta, por que jejuaria eu? Poderei eu fazê-la voltar? Eu irei a ela, porém ela não voltará para mim.
2 Samuel 12:21-23

Veja também:

Qual o limite entre ter fé e se conformar com a realidade?

A pergunta parece complicada, mas a resposta é simples. Na verdade ela já está no texto bíblico que transcrevi acima.

O convite de Jesus é simples: ele vai te ensinar a mudar o que é possível e aprender a conviver com o que é impossível. Enquanto a criança tinha chance de viver, Davi fez o possível, mas depois que ela morreu, não havia nada a ser feito a não ser continuar a vida!

Isso vai contra a ideia pregada em alguns locais, de que não devemos nos conformar com a realidade e sim buscar sempre o impossível. Isso pode ser valido em alguns casos, mas na maioria deles essa “expectativa” exagerada gera uma decepção tão grande que pode levar a perda da fé.

Muitos dirão que devemos buscar o impossível, pois Jesus ressuscitou a Lázaro, mas pense bem: no dia em que Lázaro morreu, quantas pessoas também não morreram? E quantas foram ressuscitadas?

Ou melhor: as irmãs de Lázaro morreram e o próprio Lázaro morreu novamente e nenhum deles foi ressuscitado. Todos os apóstolos morreram, Paulo morreu e até Davi, que era segundo o coração de Deus, morreu e não foram ressuscitados.

Deus opera milagres sim, mas ele quer te ensinar a viver a realidade. Fé não significa dizer que tudo vai dar certo, fé significa dizer que tudo já está certo, independente da realidade!

Estude Teologia hoje mesmo!

Existem coisas na vida que a lógica e o bom senso prevalecem. Não é difícil entender isso. Se você andar com o veículo acima da velocidade permitida, as chances de você se acidentar são maiores. Ou seja, não adianta andar acima do limite e orar pedindo para Deus te guardar, utilize o bom senso e faça a sua parte.

Ter fé não é acreditar que Deus vai mandar maná do céu todos os dias. Ter fé é acreditar que com ou sem maná, Deus é Deus e eu estou com ele até o fim.

Deus usou uma jumenta para falar com Balaão, mas foi só com Balaão! Não tem mais jumenta falante! Se você quiser ter fé, vai precisar aprender que a verdadeira fé não é aquela que “profetiza” que vai dar certo, pois pode dar, mas também pode não dar. E se não der certo, você vai se sentir “traído” por Deus?

A outra questão…

Qual o limite entre ter fé e se conformar com a realidade
Do mesmo modo que Deus quer nos ensinar a viver a realidade, ele quer te ensinar a se mexer! Existem coisas na sua vida que você pode mudar e só ficar sentando tendo fé, não vai mudar nada!

Simples intervenções podem mudar a sua vida, mas é preciso intervir!

Recentemente encontrei uma pessoa que congregava comigo a muito tempo atrás. Juntos, recebemos uma profecia de que iriamos fazer uma viajem. Ao conversar com ele, descobri que ele ainda estava esperando a profecia se cumprir. Ele ficou surpreso quando eu disse que já tinha viajado muito depois daquele dia.

A diferença é simples: eu recebi a profecia e fui atrás da passagem, pois o anjo não é agente de viagens, mas muitos humanos que são!

Existem coisas que você precisa fazer, isso se chama realidade! Na vida real, você só viaja com passagens, só compra carro com dinheiro e só come se trabalhar e desculpe os “filhos do Deus Marvel” mas a realidade é essa!

Deus prepara sim, Deus opera milagres sim, mas o limite entre ter fé e se conformar com a realidade é basicamente a frase do teólogo americano Reinhold Niebuhr:

“Que Deus me dê serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, coragem para mudar as que posso e sabedoria para distinguir entre elas.”

O resto é mágica, é acreditar que Deus é feiticeiro e achar que um “feitiço” vai mudar as coisas!

6 Comentários


  1. EU SOU TESTEMUNHA DA FÉ E DOS PROPÓSITOS DE DEUS.
    NOSSA FÉ NÃO INTERFERE NO LIVRE ARBÍTRIO DO HOMEM,NEM TÃO POUCO NA VONTADE DE DEUS,QUE É BOA,PERFEITA E EFICAZ.
    PAULO PEDIU 3 VEZES PARA QUE DEUS O LIVRASSE DO ESPINHO NA CARNE QUE O ATORMENTAVA,NO ENTANTO DEUS NÃO O ATENDEU E DISSE QUE ” MINHA GRAÇA TE BASTA.”
    EU ME CASEI COM UM HOMEM SOCIAL E COM FACILIDADE DE RELACIONAMENTOS. COM MINHA FÉ E MEU AMOR,ACREDITEI QUE ELE SERIA APERFEIÇOADO E SE TORNARIA UM BOM MARIDO E UM PAI PRESENTE. ENGANO!
    FORAM QUASE 30 ANOS ORANDO, JEJUANDO, FAZENDO PROPÓSITOS EM REUNIÕES DE ORAÇÃO E CONSAGRAÇÕES.
    POR FIM,DEPOIS DE VÁRIAS HUMILHAÇÕES,NÃO SUPORTEI E NOS SEPARAMOS.
    NÓS TORNAMOS AMIGOS,EDUCAMOS NOSSOS FILHOS, QDO EU PRECISAVA,LÁ ESTAVA ELE PRA ME AJUDAR E DEPOIS QUE CONTRAIU CÂNCER,ESTIVEMOS UNIDOS ATÉ A MORTE,JÁ COMO IRMÃOS EM CRISTO. E DEUS CONTINUA SENDO DEUS E O MEU ÚNICO DEUS.

    Responder

  2. Saudações cristãs a todos.
    Concordo plenamente com tudo o que você disse, com relação a esse texto que você postou: “Se você andar com o veículo acima do limite de velocidade, as chances de você se acidentar são grandes e não adianta você orar pedindo a Deus que te proteja”, a minha esposa sempre diz que quando as vezes eu estou dirigindo na estrada e passo um pouco do limite de velocidade da pista, ela me alerta da seguinte forma:”Você orou antes de sair com o carro, só que os anjos de Deus que te acompanham, ficaram todos lá atrás, porque eles respeitam o limite de velocidade.
    A verdade e sempre esta, Deus não vai mudar uma realidade, se esse realidade não atender os propósitos Dele, em relação a você ou até mesmo em relação as demais pessoas, que te cercam, ou que possivelmente irá cruzar o seu caminho.
    Alguém já assistiu os filmes e seriados de Star Trek (Jornada nas Estrelas), lembram do Sr. Spock dizer.
    “..As necessidades de muitos sobrepõem-se às necessidades de poucos… Ou a de um só.”, e isso meu amigo, é uma grande realidade, porque se assim não fosse, não entenderíamos o porque da crucificação de Jesus.
    Logo, a fé nos leva a concluir que estamos aqui para servir ao Senhorio de Cristo e não sermos servidos por ele, e a fé verdadeira nos leva a esse sentido, do pensamento do Teólogo Reinhold Niebuhr, até não só para nós mesmos, mas quando formos evangelizar alguém.

    A paz.

    Jorge

    Responder

    1. Exatamente Jorge! A fé me ensina a caminhar não só quando a minha realidade é boa, mas também quando a realidade é horrível. A vida continua mesmo quando as nossas vontades não são atendidas.

      Fica na Paz Jorge!

      Responder

  3. Eis a resposta do Próprio Samuel;
    Porém, agora que está morta, por que jejuaria eu? Poderei eu fazê-la voltar? Eu irei a ela, porém ela não voltará para mim.

    Ora se Eu irei a Ela, significa que, Ela não está morta!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *