Por que Deus aceitou a oferta de Abel e rejeitou a de Caim?

Tempo de leitura: 2 minutos

Já pensou sobre o porquê Deus aceitou a oferta de Abel e rejeitou a de Caim? O texto nos diz o seguinte:

“E aconteceu, ao cabo de dias, que Caim trouxe do fruto da terra uma terra uma oferta ao Senhor. E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas e da sua gordura; e atentou o Senhor para Abel e para sua oferta. Mas para Caim e para a sua oferta não atentou.” (Gn 4.4-5).

A grande pergunta que na verdade explica o porquê Deus aceitou a oferta de Abel e recusou a de Caim é: o que havia de especial na oferta de Abel que não havia na de Caim? Vejamos mais informações.

Antes, considere preparar-se para a Obra de Deus estudando alguns materiais completos:

Por que Deus aceitou a oferta de Abel e rejeitou a de Caim?

Muitos veem este texto como uma justificativa para dizer que o Deus do velho testamento na verdade, prefere sangue, carne e matança. Obviamente este argumento não se sustentará a explicação simples que nos revela o real motivo do porque Deus aceitou a oferta de Abel e não a de Caim.

Manual Bíblico das Questões Difíceis e Polêmicas da Bíblia

A Bíblia não relata, como muitos sugerem, que Deus recusou a oferta de Caim por conta da qualidade do material oferecido.

Na verdade a oferta de Caim foi recusada pelo simples motivo da condição interna do coração!

Não é o material oferecido que define se Deus aceitará ou não uma oferta, mas sim a motivação do coração, veja:

“E, olhando ele, viu os ricos lançarem as suas ofertas na arca do tesouro;
E viu também uma pobre viúva lançar ali duas pequenas moedas;
E disse: Em verdade vos digo que lançou mais do que todos, esta pobre viúva;”
Lucas 21:1-3

A sinceridade do coração é a coisa mais importante para Deus em uma oferta, porque a Graça é para todos, logo, se a oferta de Caim estivesse sido recusada porque Deus preferia um outro tipo “material” a Graça não seria a ordem e sim a qualidade e quem não pudesse dar “maior qualidade” a sua oferta seria automaticamente descartado.

Por isso somos justificados pela fé e não pelas obras. Por isso a Graça está presente desde a fundação do mundo, como nos é dito nas escrituras!

Até Já!

3 Comentários


  1. Saudações cristãs a todos.
    Existe duas interpretações a esse respeito.
    A primeira delas já foi citada aqui no post, ou seja, Deus não olha para a qualidade da Sua oferta, mas sim a intenção do seu coração em ofertar o melhor, e isto fica devidamente comprovado nos seguintes textos bíblicos:
    1 Samuel 16: 7. Mas o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque eu o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração. – Bíblia JFA offline.
    Provérbios 20: 27. O espírito do homem é a lâmpada do Senhor, a qual esquadrinha todo o mais íntimo do coração. – Bíblia JFA Offline.
    Romanos 8: 27. E aquele que esquadrinha os corações sabe qual é a intenção do Espírito: que ele, segundo a vontade de Deus, intercede pelos santos. – Bíblia JFA Offline.
    E muitos outros textos bíblicos que falam que Deus esquadrinha o coração do homem.
    Entretanto, cabemos perguntar o quê motivou Abel e Caim a fazerem uma oferta ao Senhor?
    Será que ela foi voluntária, e se foi, será que foi orientada de como fazê-la?
    E nessa questão que então entra a segunda interpretação.
    Alguns teólogos afirmam que Jesus andava na terra orientando o primeiro casal de humanos, e quando os mesmos cometeram o segundo pecado universal, o primeiro foi cometido por Lúcifer, Jesus orientou a Adão e Eva, que o perdão dos seus pecados deveriam ser remidos pelo sacrifício de sangue de um cordeiro, e que tal tradição deveria ser passada de geração em geração, e que esse ritual deveria ser feito toda vez que alguém pecasse. Jesus já estava preparando Adão e Eva a entenderem como seria o Seu sacrifício em futuro distante.
    Tal teoria nos leve a mais um turbilhão de perguntas:
    1) Abel e Caim haviam herdado esse legado de seus pais, ou foi orientado por Jesus a seguir essa tradição?
    2) Abel cometeu algum pecado e seguiu a orientação de Deus e Caim, com ciúmes resolveu fazer o mesmo, antes de Abel, ofertando o que ele possuía?
    3) Será que ambos pecaram, e Caim, como não tinha cordeiros, ofereceu o resto do que tinha.
    4) O inimigo de Deus mais uma vez induziu Caim a desobedecer a orientação de Deus, dizendo, “os frutos da terra servem, não precisa ser o cordeiro”.
    Enfim, a nossa imaginação nos leva a fazer todas essas especulações teológicas, que apesar de não ter respaldo bíblico, não podemos deixar de considerar, de onde veio o conceito de que a expiação pelos pecados deveria ser por sacrifício de sangue animal? E que foi passada para as gerações futuras?
    Uma coisa é certa, a bíblia fala que ordem de oferecer um cordeiro como expiação dos pecados, foi dada por Deus a Moisés. (Lv. 14:13 e 24, Nm. 6:14).
    Enfim a afirmação de que Caim deveria oferecer um cordeiro, segundo esses teólogos, se baseia em alguns textos bíblicos que diz:
    Gênesis 4: 5-7: mas para Caim e para a sua oferta não atentou. Pelo que irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante. 6. Então o Senhor perguntou a Caim: Por que te iraste? e por que está descaído o teu semblante? 7. Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar. – Bíblia JFA Offline
    Na versão NTLH, está assim o versículo 6 e 7:
    6- Então o Senhor disse: – Por que você está com raiva? Por que anda carrancudo? 7- Se tivesse feito o que é certo, você estaria sorrindo, mas você agiu mal, e por isso o pecado está na porta, à sua espera. Ele quer dominá-lo, mas você precisa vencê-lo.
    Em Hebreus 11:4, relata que Abel uma oferta de fé, sendo assim Abel sabia o que Deus desejaria.
    Contudo o texto de Gênesis 4, nos leva a interpretar que a oferta de ambos foi voluntária e Abel ofereceu o melhor porque foi uma oferta de amor (Fé). Por isso posso até crer que por ter mais intimidade com Deus, ao passo que Caim não tinha, Abel, pela fé, orou a Deus perguntando de qual oferta Ele se agradaria, e Deus respondeu: “Ofereça Me um cordeiro”.
    A paz.
    Jorge.

    Responder

    1. Olá Jorge!

      Realmente existem outras teorias sobre este tema, mas acho essa que expus no texto a mais plausível, justamente por conta de Gênesis 4.

      Obrigado pela contribuição Jorge, fica na paz!

      Responder

  2. Olá, sou eu de novo.
    Esqueci de mencionar um versículo que levam os teólogos a crerem que junto com Gn 4:6 e 7, seja uma forte evidência de que Deus havia orientado a Adão e Eva, quanto ao holocausto para expiar pecados.
    Em Gn 3:20 relata que antes de expulsar Adão e Eva do Édem, Deus lhes deu vestimentas mais duráveis, adequadas para o trabalho físico que lhe esperava, e como proteção também contra as mudanças de temperatura do ambiente que encontrariam fora do jardim.

    As peles destes animais que foram sacrificados para cobrir Adão e Eva representam também, aquele que um dia seria sacrificado para cobrir os pecados da humanidade.

    O serviço de sacrifícios para o pagamento dos pecados, ainda que não mencionado especificamente aqui, provavelmente foi instituído nesse tempo.

    A paz.
    Jorge.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *