Visitar o túmulo de entes queridos é errado?

Tempo de leitura: 2 minutos

Quando um parente ou conhecido falece, é uma dor muito grande para família. Mesmo nós que sabemos que iremos reencontrar aqueles que se foram, sentimos muito a partida de alguém querido. Hoje vamos ver se visitar o túmulo de entes queridos é errado.

Esta questão tem gerado um pouco de polêmica no meio evangélico a algum tempo e como estamos nos aproximando do feriado de finados, vamos esclarecer esta dúvida a você.

A prática de visitar o túmulo de entes queridos.

A prática se tornou oficial a partir do século XI, quando os papas Silvestre II e Leão IX, convocaram o povo para dedicar um dia por ano aos mortos. Este dia passou a ser considero em 2 de novembro.

Desde então todo o dia 2 de novembro é considerado “Dia dos Finados” ou “Dia dos fiéis defuntos”. Apesar de ser tradicionalmente uma prática católica, muito ainda se debate, como já disse, se devemos ou não visitar o túmulo de entes queridos.

Veja também:

É certo ou não visitar o túmulo de entes queridos?

Visitar o túmulo para fazer orações aos mortos não é bíblico e quem quer que diga ser está completamente errado.

Estude Teologia hoje mesmo!

Temos muitos exemplos bíblicos de que essa é uma prática absolutamente imprópria. Vejamos por exemplo Hebreus 9:27 que nos diz: “E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo.”. Ou seja, não podemos fazer nada em relação aos que já morreram.

Além disso, fazer visitas com a intenção de agradecer, fazer pedidos e promessas também está errado. Ora, só existe um Deus e sabemos que ele não está morto, sendo assim, qualquer oração, pedido e agradecimento deve ser feita a ele e não aos mortos.

Vejamos o que está escrito em 1 Timóteo 2:5,6: “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo.”

Sendo assim, a visita aos túmulos de entes queridos é permitido para reflexão ou conservação do local onde nosso parente ou amigo foi sepultado.

Cuidar, limpar e conservar o local em que nosso ente querido foi sepultado é algo absolutamente normal e não precisa ser feito somente no dia 2 de novembro, pode ser feito sempre que se desejar.

Até Já!

Outros estudos indicados para você:

1 comentário


  1. Saudações cristãs a todos. Sinceramente já enterrei tanto parente e nunca me apeguei a isso, apesar de não achar errado, com uma condição, é claro, com intuito de lembrar apenas de alguém que você tanto amou. E não apego a visitar os túmulos dos meus entes queridos que se foram, pelo motivo de lembrar deles em um momento o outro sem precisar ir a túmulo, pois lá só fará me lembrar o dia em que meu parente morreu.
    Quanto a orar ou pedir intercessão para o os mortos, isso também concordo que está errado, e se você quer seguir a Cristo, veja o que Ele disse para alguém que pretendia seguí-lo, porém queria primeiro sepultar seus parentes.
    Mateus 8: 22. Jesus, porém, respondeu-lhe: Segue-me, e deixa os mortos sepultar os seus próprios mortos. – Bíblia JFA Offline.

    Graça e paz.
    Jorge.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *