Deus do velho Testamento e do novo Testamento? Como entender isto?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Você já deve ter ouvido ou até mesmo feito esta pergunta sobre as diferenças do Deus do velho Testamento e do novo Testamento. De fato pode parecer complicado entender sobre esta questão, mas não é!

Existem até exemplos de ateus que se utilizam este argumento para dizer que o Deus do antigo Testamento é malvado e sanguinário enquanto que no novo Testamento vemos uma versão mais “light” de Deus. É claro que este argumento pode ser facilmente derrubado, mas antes vamos aprender sobre a expressão “Deus do velho Testamento e do novo Testamento”.

Existe o Deus do velho testamento e do novo testamento?

Deus do velho Testamento e do novo Testamento

Não existe um Deus no antigo Testamento e um outro Deus no novo Testamento, esta expressão está incorreta, visto que Deus é um só! Não existe um Deus malvado no velho Testamento e um Deus bonzinho no novo Testamento. O que precisamos entender é que a revelação de Deus é gradual (por etapas) e conforme a consciência.

Estude Teologia hoje mesmo!

Por isso precisamos entender o contexto histórico sobre o qual o velho Testamento está. Não adianta aplicarmos as nossas regras morais e os nossos valores éticos para indivíduos que não conheciam a moralidade da forma como a vemos hoje. E se nós não podemos fazer isto, imagine Deus que precisa lidar com um tipo de homem que só conhece a lei do mais forte, e este nunca foi o ideal de Deus para a humanidade!

Então qual o ideal de Deus para a humanidade?

O ideal de Deus para a humanidade encontra-se nos Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João! Ou seja, Jesus é o ideal de Deus para a humanidade. Por isso que Jesus nos ensina a perdoar, oferecer a outra face, ajudarmos os nossos inimigos e lavarmos os pés dos nossos irmãos pelo caminho, alias ele não só ensina, mas mostra como podemos fazer: amando a Deus no próximo!

Por isso no velho Testamento, tudo o que se parece com Jesus fica e o que não se parece não deve ser levado para a nossa consciência, visto que nós (que sabemos de Jesus), devemos ter ele como fonte de inspiração para a vida. Paulo nos diz isto veja:

De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus. Filipenses 2:5

Portanto Davi me é exemplo, Josué me é exemplo, José me é exemplo, Moisés me é exemplo, mas somente Jesus deve ser a inspiração, como foi para os profetas do antigo Testamento que não sabiam dele como um ser histórico, mas sabiam dele conforme a consciência e entendimento que dispunham!

Espero que você tenha entendido!

Paz e Graça!

8 Comentários

  1. Valter

    Que Deus os abençoe agradecido por tirar me grandes duvidas graça e a paz do Cristo a todos

    Responder
  2. Edna

    Valeu a tentativa irmão, mas a explicação foi muito rasa! Eu sou crente em Jesus pela fé, mas continuo sem entender algumas coisas da Bíblia. Por exemplo, Deus no antigo testamento mandava matar crianças, mulheres e velhos, não poupar ninguém. Ordenava guerras e outras coisas mais. A Bíblia diz que Deus não muda e nele não há sombra de variação. E tbém que ele é o mesmo, ontem, hoje é sempre. Pode me dar uma explicação mais acurada por favor? Graça e paz!

    Responder

    1. Como não foi claro? Não a como ser mais claro que isto: “Não existe um Deus malvado no velho Testamento e um Deus bonzinho no novo Testamento. O que precisamos entender é que a revelação de Deus é gradual (por etapas) e conforme a consciência. Por isso precisamos entender o contexto histórico sobre o qual o velho Testamento está. Não adianta aplicarmos as nossas regras morais e os nossos valores éticos para indivíduos que não conheciam a moralidade da forma como a vemos hoje.”

      Deus mandou matar não porque Deus fosse mal, mas porque essa era a forma de justiça que o homem daquele tempo conhecia! O homem mudou, Deus não. A nossa consciência é que foi aumentando e não Deus que foi mudando.

      Não sei como ser mais claro que isto Edna.

      Graça e Paz!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *