O suicida vai para o Inferno?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

A questão que ronda a eternidade de um suicida é muito antigo. Conta-se que um dos estopins que levaram Martinho Lutero a se desligar da igreja católica foi o suicídio de uma garota que provavelmente sofria de depressão (obviamente que não se sabiam que era depressão, mas por já ter lido e ouvido muitas vezes esta história acredito que a garota sofria de depressão). Como não havia cerimônia funerária para os suicidas, Lutero decidiu contrariar a igreja e dar um velório digno a moça.

É claro que nenhum de nós possui poder suficiente para decretar a perdição de uma alma, mesmo sendo a de um suicida. A tese utilizada pelos evangélicos para cravar a perdição de um suicida parte do pressuposto de que ele ao tirar a própria vida se tornaria também um “homicida”. Apocalipse 22:15 diz: “Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira”. Quem quer que se baseie neste versículo para crucificar um suicida, comete o erro de reduzir todo o Evangelho a uma declaração! Erro muito cometido hoje dia pelos “pastores” da igreja evangélica.

Estude Teologia hoje mesmo!

Eu acredito sim que a salvação para um suicida, pois um suicida na realidade é o individuo que mais quer viver! Se suicida porque na cabeça dele não há outra saída. Em outras palavras, se suicida não para “tirar a vida”, mas para se livrar da dor!

É claro que cada caso é um caso. Uma pessoa que se suicida por causa de uma esquizofrenia ou por causa de problemas psicológicos não devem ser encaixadas no padrão do suicida fanático religioso. Este último, só o faz por causa de uma distorção em seu livro religioso.

Jesus sempre irá priorizar a vida, mas observe os Evangelhos: Jesus sempre pregou contra o adultério, mas observe como ele trata  a mulher a adultera. Lembre-se a salvação não depende do que você sabe (uma das manias evangélicas é achar que as pessoas do mundo todo serão julgadas pelo que eles sabem), mas sim da consciência de cada um! Jesus disse que para quem mais é dado, mais é cobrado. Se você sabe que Jesus é o caminho a verdade e a vida, viva conforme você sabe. Mas não tente condenar o seu próximo que não teve acesso a essa informação!

Até Já!

 

15 Comentários

  1. Fátima

    Realmente é um assunto muito polêmico, mas, pela primeira vez, li algo que se identifica com o que eu penso, pois, na realidade quem dá a última martelada , é Deus em todas as questões, e só quem passa pela dor da depressão sabe o que é isso, ou seja, está doente e necessitando de ajuda, e, muitos , apenas julgam, contudo, os mistérios de Deus só pertencem a Deus.

    Responder

    1. Acredito que muitos pensam assim, mas possuem algum receio de expor isto, visto que vai contra o que a religião diz. Grato Fátima!

      Responder
  2. Alexandre

    Sua postagem faz sentido, mas quero expressar minha opinião, vc cita que um suicida comete este ato pra se livrar da dor, digamos da dor da depressão, sabemos que a depressão é a doença da alma. A maioria que comete suicídio é pra se livrar da culpa e dos problemas vindouros,conheci um cara que matou a mulher pq a mesma o estava traindo e depois se matou, ai entra um mandamento do decálogo: “Não matarás”. Antes de ele se matar, matou a esposa, e ai? o pecado que ele cometeu não será julgado por Deus por ter tirado uma vida? como ele se matou será que ele achava que tirando a própria vida pagaria pela dela? São uns mistério que só cabe a Deus revelar. Acredito que no versiculo que o amado cita de Apocalipse onde diz que nem os “homicidas” entrarão no céu, não seria tb os suicidas? afinal a vida, a nossa vida, não pertence a nós mesmo e sim a Deus. a bíblia diz: Portanto também os que padecem segundo a vontade de Deus encomendem-lhe as suas almas, como ao fiel Criador, fazendo o bem. (I Pedro 4: 19) Note que Pedro fala que aqueles que fazem a vontade de Deus, se morrerem fazendo a sua vontade, ja encomendaram as suas almas a Ele, Também diz a bíblia: Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele conduz à morte. (Prov. 14:12) Talvez o suicida pense que este seria o melhor caminho, mas se não for? pra finalizar eu repito aqui o que vi na página de um blog: “Apesar dos vários tipos de problemas humanos, a vida é um bem intocável, só o criador tem o direito de tirá-la, “A VIDA NÃO NOS PERTENCE”
    Deus vos abençoe^^

    Responder

    1. Alexandre Paz e Graça!
      É claro que cada um será julgado mas… Somente pela sua consciência! Ou seja, Deus é justo! Veja as palavras de Jesus: “Tu, Cafarnaum, elevar-te-ás, porventura, até o céu? Descerás até o Hades; porque se em Sodoma se tivessem operado os milagres que em ti se fizeram, ela teria permanecido até o dia de hoje. Eu vos digo, contudo, que menos rigor haverá no dia de juízo para a terra de Sodoma, do que para ti.” Esta ultima frase nos mostra que ninguém será julgado pelo que não sabia e nem pelo que não tinha disponível. Cafarnaum teve Jesus disponível, por isso mais rigor a eles que não creram porque não quiseram! O marido que matou a mulher será julgado pelo seu ato? Claro! Mas não será utilizando o Apocalipse ou a carta de Pedro, mas sim será julgado segundo o que sabia, segundo o seu intelecto e não segundo o meu. Eu sei que a vida é prioridade e que como filhos de Deus somos filhos da esperança, mas esse individuo sabia disso? Eu leio Provérbios, Apocalipse e Pedro por isso se cometer tal ato haverá mais rigor para mim do que para ele no dia do juízo! Mas não significa que ele está livre do juízo, entendeu?

      Além disto não cabe a nós colocarmos pessoas no Inferno, não nos foi dado esta autoridade.

      Paz e Graça Alexandre 🙂
      Mateus 11:23-24

      Responder
    2. Raimundo Francisco Firmo de Lima

      A bíblia diz que o único pecado que não tem perdão e a blasfêmia contra o Espirito Santo, só que também o livro de apocalipse diz uma relação de pessoas que não herdarão o reino de Deus si não se arrepender e uma delas e o homicida, homicida não e só aquela pessoa que tira a vida de outra pessoa, mais aquele que tira sua própria vida,e se a pessoa tira a própria vida como ela ira pedir perdão a Deus pelo pecado cometido de ser homicida de si próprio por isso lamentavelmente já esta condenado,Jesus disse eu sou o caminho a verdade e a vida e ninguém vai ao Pai a não ser por Mim. João 14:6
      Jesus também disse não se turbe o vosso coração credes em Deus credes em mi na casa de meu PAI a muitas morada se não fosse assim volo teria dito vou prepara e quando eu voltar levarei-vos para mim mesmo………..

      Responder
  3. Renato

    Em certos pontos posso até concordar, mas lembre-se: Deus dá a vida e só Ele pode a tirar, em muitos casos os suicidas são covardes, pois por medo de enfrentar a vida achando que se morrer tudo acaba, tiram suas vidas, e mesmo que ninguem pregasse o evangelho, a própria natureza revela a Deus!
    E não julgamos ninguém mandando essa pessoa para o inferno, pois a própria pessoa compra o passaporte quando faz de suas vidas o que bem entendem sem dar mérito a Deus sobre o que Ele nos faz. Com respeito a depressão, sabemos que é a doença do final dos tempos, mas se a pessoa se converter a Jesus, o mal não pode prevalecer. Espero que muitos suicidas tenham o perdão, mas não sabemos esse mistério, só Deus mesmo, quem sabe um dia Ele nos mostra todos os mistérios que nos é encoberto!

    Responder

    1. Renato é claro que Deus nos dá a vida e só ele pode tirar, mas o suicida sabe disso? O que quis dizer no texto é que não devemos julgar os outros por aquilo que nós sabemos, pois cada um será julgado conforme a sua capacidade de consciência. Sobre a Depressão, a muitas pessoas convertidas que a enfrentam, veja o artigo: “Evangélicos com Depressão“, mas é claro que somos filhos da esperança e devemos crer na recompensa vindoura!

      Paz e Graça!

      Responder
    2. Leandro Ramos

      Já ouviu falar em déficit de Serotonina? Acho que não. Considerar covarde é o mesmo que chamar depressão de frescura.

      Responder
  4. Lucilene

    Pessoas com problemas psicológicos e psíquicos são predisponentes ao suicídio devido a perturbação mental, em muitas situações eles acreditam no poder de Deus, mas existe algo que os enfraquecem de tal maneira que o faz acreditar que a solução para seus problemas é o suicídio. Por isso eu acredito que Deus em seu julgamento libertará os cativos do cativeiro.

    Responder
  5. neilson

    É por que no meio evangélico se perpetua um sentimento de querer condenar as pessoas

    Responder

  6. E não sou um cristão que vive condenando as pessoas e também não pego tudo que as pessoa colocam n interne por mais que seja um pregador renomado .Hoje as pessoas preferem buscar no fulano no bertano do que lerem a Biblia, tirarem um momento a sós com Deus .Ter uma experiência com o Senhor em vestir no seu conhecimento com Deus .Eu particularmente sei oque é bom para mim,sei no que devo acreditar .Conhecer as Escrituras não ficou só para meia duzia ;Jesus disse errais não conhecer as Escrituras e nem o poder de Deus .Eu não posso ser dependente somente dos testemunhos dos outros , se eles tem algo,para falar e eu não tenho, alguma coisa errada esta acontecendo comigo, a palavra de Deus ela é revelada, e não interpretativa se eu não sou de oração como Deus vai me revelar .E esse assunto ai em cima que foi abordado ele é realmente polemico num problema mental ate que agente queira acreditar que foi salvo, ele não sabe o que esta fazendo ,agora por sofrimento é difícil porque veja bem ,agora quantas pessoas sofrendo com doenças incuráveis, e derre pente começam tirarem suas vidas ,E dai todas são salvas es ai a pergunta .E aquelas que ouvirão falar de Jesus e não aceitaram e morreram de um doença incuráveis e lutou ate o seus últimos dias ,porem não tiraram suas vida ,e elas não deveria ser salvas também,eis ai a pergunta.

    Responder

    1. A minha resposta é só Deus sabe!! Não cabe a nós condenarmos ninguém, só Deus sabe a situação de cada um que resolveu tirar a própria vida.

      Fica na paz!

      Responder
  7. Leandro

    Quem trata pessoas depressivas como covardes não sabe nada da vida, nem se dão conta de que um déficit de Serotonina é comparável a um déficit de qualquer outra coisa que acarreta alguma doença e tratam tudo como coisa espiritual. Ora, se diabetes é uma doença comum e requer tratamento, porque a depressão causada pela falta de hormônios seria frescura?

    “Não condenamos a pessoa, ela mesma comprou o passaporte para o inferno.” – Não tem como levar isso a sério.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *