Como entender a parábola do Semeador?

Tempo de leitura: 3 minutos

A parábola do semeador pode ser encontrada em três dos quatro evangelhos. Até o texto apócrifo de Tomé relata esta parábola. Você já deve conhecer a história, mas se ainda não conhece sugiro que leia Mateus 13:1-9, Marcos 4:3-9 e Lucas 8:4-8.

A parábola conta sobre um semeador “que sai atirando para todos os lados”, jogando a sua semente em locais complicados como os terrenos espinhosos e pedregais:

  • Uma semente caiu no meio do caminho e acabou sendo comida pelas aves.
  • Uma outra caiu entre os espinhos e acabou tendo de brigar por espaço. Resultado: foi sufocada e morta.
  • Outra caiu em um terreno pedregoso. Chegou a nascer, mas devido o sol forte acabou sendo morta.
  • Já uma foi sortuda: caiu em boa terra, germinou, cresceu e deu boa colheita.

Depois da narrativa de Jesus, a parábola do semeador termina com a frase: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”, e isto ocorre em todas as três narrativas!

Isto significa que havia uma mensagem a ser entendida e veremos qual é essa mensagem a seguir. Se você acha que este artigo pode ajudar alguém, convide os seus amigos para lerem:

Os dois sentidos da parábola do Semeador

É obvio que poderemos ter outros significados, mas sempre que falo sobre esta parábola, deixo claro as duas mensagens que ela me passa. Vejamos:

Sentido 1: Verdadeiros discípulos.

 

Ao contar a parábola do semeador Jesus está nos dizendo que a sua mensagem é tão revolucionária que será difícil ela se fixar em nossos corações se não houver uma predisposição da nossa parte em aceitá-la. Por isso ele diz: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”. Ou seja, a mensagem foi lançada, se você está predisposto a recebê-la significa que o seu coração possui um bom terreno e a semente poderá dar frutos.

No entanto, para que o seu coração seja receptivo a mensagem é necessário somente uma coisa: crer! Quem não crê, terá a mensagem sufocada pelas preocupações deste mundo ou a perderá facilmente.

A terra do seu coração só será boa se ela permitir a geração de frutos do espírito, mas estes frutos primeiro precisam beneficiar a você e depois os outros. Se você diz ser um discípulo de Jesus e não possui amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão e temperança, sinto muito, mas até agora a palavra não gerou nada em você!

Parábola do semeador

Sentido 2: Semeie sempre.

Observe o semeador: ele simplesmente saiu a semear. Isto significa que a sua estratégia era semear onde desse, e esse é o convite que faço a você!

Seja qual for a sua situação ou a sua realidade, semeie sempre, pois assim fazendo estarás criando uma “poupança espiritual” (igual ao administrador infiel de Lucas 16), acreditando que aqueles que semeiam com lágrimas colherão com alegria!

Semear amor, alegria, paz e amizade na vidas das pessoas não custa nada, mas o resultado será amigos nos tabernáculos eternos.

Conclusão

A parábola do semeador nos conta uma história interessante, onde a fé e a vontade caminham lado a lado.

Ao ler esta parábola, vemos estes dois caminhos: o caminho da semente e o caminho do semeador, ambos possuem a sua importância e devem ser levados em consideração.

Mas para terminar leia este texto de Paulo e viva conforme a sua fé:

“Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
Contra estas coisas não há lei.
E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.
Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito.
Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.” Gálatas 5:22-26.

Até Já!

6 Comentários


  1. A paz meu irmao ! Gostei muito do estudo biblico sobre o semeador . SIMPLES E DIRETO ! Como disse Jesus quem tem ouvidos pata ouvir ouça… Devemos sim estar prontos para semear mas cabe a pessoa decidi o que ela quer e contamos tbm com o Espirito Santo ele sopra onde quer…. Eu sempre estou semeando mas sem essa de me preocupar com o terreno pois Deus estar no controle de tudo amem!

    Responder
  2. Jorge da Silva abreu

    Saudações cristãs a todos.

    Se me permitem acrescentar mais um sentido desse parábola, então ai vai

    Sentido 3: Renúncia:
    A bíblia, irmãos, explica a própria bíblia, e Jesus, vendo que até alguns dos seus discípulos não entenderam a parábola, Ele fez questão de explicar nos versículos seguintes, eis-lo:

    18 – Escutai vós, pois, a parábola do semeador.
    19 – Ouvindo alguém a palavra do reino, e não a entendendo, vem o maligno, e arrebata o que foi semeado no seu coração; este é o que foi semeado ao pé do caminho.
    20 – O que foi semeado em pedregais é o que ouve a palavra, e logo a recebe com alegria;
    21 -Mas não tem raiz em si mesmo, antes é de pouca duração; e, chegada a angústia e a perseguição, por causa da palavra, logo se ofende;
    22 – E o que foi semeado entre espinhos é o que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo, e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera;
    23 – Mas, o que foi semeado em boa terra é o que ouve e compreende a palavra; e dá fruto, e um produz cem, outro sessenta, e outro trinta.
    Mateus 13:18-23.

    Observem o versículo 22, e vejam que muitas das vezes, nós, cristãos somos confrontados e convocados pela palavra a renunciar o nosso conforto para pregar o evangelho. Assim , como foi citado pelo Luiz Henrique no sentido 2, em semear sempre, significa que temos, as vezes, que atravessar as fronteiras do nosso bairro, do nosso estado e do nosso país. Pois se verdadeiramente temos um coração onde há boa terra, saberemos que produziremos os frutos sempre. Assim como as sementes de um fruto são gerados para serem plantados em diversos lugares, e gerarem mais frutos, assim também vejo que o verdadeiro Evangelho de Cristo tem que ser plantado em diversos lugares, não só aos arredores da minha residência. É claro que devemos começar pelo nosso bairro, para que possamos ganhar experiência, pois você não vai querer gerar centenas de frutos da noite para o dia.

    As vezes chego a pensar que tal parábola de Jesus chega até ser um parábola escatológica, pois o que mais vejo atualmente, é muitos crentes querendo as bençãos de Deus, sem ao menos servir o Deus das bençãos.

    A paz de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Responder
  3. Thalita Silva

    A paz do Senhor! Quero parabenizar o autor por conceder a nós leitores o privilégio de ler esse estudo, pois ele é excelente. Sempre que vejo estudos e pregações sobre essa parábola, só ouço falar em relação “aos terrenos” onde as sementes foram lançadas e nada sobre o semeador, que é “o protagonista” da parábola vamos dizer assim, pois ele é quem “sai atirando para todos os lados” como você mesmo disse, é muito bom se deparar com pontos diferentes e corretos, claro, sobre os textos bíblicos. Enfim, adorei o estudo e que Deus os abençoe!

    Responder

    1. Obrigado Thalita!

      Com certeza a Palavra se renova a cada dia, ou seja, sempre existe algo novo para aprendermos no Evangelho.

      Deus abençoe Thalita e obrigado pelo comentário!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *