Adão e Eva existiram de verdade?

Tempo de leitura: 4 minutos

A Bíblia inicia com a história da criação do mundo e posteriormente com a história do primeiro homem e da primeira mulher. Adão e Eva, segundo o livro de Gêneses, foram expulsos do jardim do Éden por comerem um fruto proibido oferecido por uma serpente.

A história até parece ficção, portanto vamos desvendar este mistério: Adão e Eva existiram de verdade? Existe algum registro histórico que comprove a Bíblia?

A “fabula” da serpente falante.

Se eu dissesse a você que passei próximo a uma árvore e uma cobra me chamou, me ofereceu um fruto e disse que se eu comesse dele “seria como Deus”. O que você diria sobre mim? Com certeza diria que eu estou louco, visto que cobras não falam e muito menos ficam em árvores oferecendo frutos “mágicos”.

Agora o que faz você acreditar que Adão e Eva foram enganados por uma serpente?

Pense de maneira racional e me diga: você ainda acredita em Adão e Eva?

O problema é que se dissermos que não, que Adão e Eva não existiram e, se existiram não foram enganados por nenhuma serpente, estaremos anulando a graça de Deus.

Mas se dissermos que sim, Adão e Eva existiram, como podemos encontrar provas de que a história do Gênesis é verdadeira?

Como podemos confirmar se Adão e Eva existiram?

Neste caso devemos entender que uma pessoa pode se enganar sobre um determinado fato, mas quando diversas pessoas que não se conhecem informam a mesma a coisa, as chances do fato realmente ter acontecido são maiores.

Para confirmarmos se Adão e Eva existiram precisaremos verificar se existem relatos fora da Bíblia que informem no minimo uma história parecida.

Recentemente foram encontrados na antiga Mesopotâmia diversos tabletes de argila, dentre estes tabletes alguns se destacam por conterem histórias genealógicas. Ao avaliarem o conteúdo destes tabletes, os arqueólogos descobriram que as histórias neles contida era muito parecido com o que posteriormente seria escrito na Bíblia!

Por exemplo:

A semelhança entre os nomes: os nomes contidos nestes tabletes de argila são muito parecidos com os da Bíblia. “Adamu”, “Adime”, “Adapa”, “Alulim”, são somente alguns dos nomes que o “primeiro homem” recebeu na antiga Mesopotâmia.

Estes nomes, na realidade, seriam somente variações ortográficas do nome de Adão. Mas não podemos nos basear somente nisso. Veja outra semelhança interessante:

Desde muito tempo existiu na Mesopotâmia uma história de um sujeito chamado Adapa, que segundo eles, seria o ancestral de toda a humanidade. Desta história já foram encontrados quatro fragmentos, sendo o  mais extenso deles do 14º século antes de Cristo.

A história relata que Adapa recebeu uma grande sabedoria, mas não era imortal. Adapa era uma criação do deus “Ea” e morava em uma cidade sagrada chamada “Eridu”. O interessante é que “Eridu” possui a mesma raiz etimológica que “Éden”.

A história de Adapa continua relatando que ele vivia com os Anunnaki (para os hebreus “nefilins”, popularmente conhecidos como “gigantes”).

Outras histórias semelhantes aparecem em outros relatos por todo o Oriente Médio.

Estudos recentes descobriram que pelo menos seis histórias do Gênesis pode ser encontrada nestes tabletes. Estas histórias são:

1- A criação e desobediência de um casal humano que perde o paraíso.

2- Uma maldição que segue a desobediência, trazendo a morte aos habitantes da terra.

3- O inicio da família humana marcado pela tragédia de um fratricídio.

4- A humanidade que se torna má, por isso é destruída por um dilúvio.

5- O perecimento de quase toda a humanidade, menos alguns que são preservados pelos deuses.

6- Uma confusão de idiomas que espalha os homens por toda a terra.

Estes fatos praticamente derrubaram a história de que o livro de Gênesis seria uma “fabula” criada por Moisés.

Conclusão

Não devemos embasar a nossa fé somente em papiros e tabletes antigos, mas devemos crer que se Cristo morreu por nós por causa do nosso “pecado original” (oriundo de Adão), então de fato, Adão e Eva existiram e foram expulsos do paraíso por pecarem e corromperem toda a humanidade.

Se não crermos nisso, então anulamos o sacrifício de Cristo e não existe Graça.

Acreditarmos que Jesus é o cordeiro imolado desde a fundação do mundo é a base da nossa salvação.

Se o fato ocorreu de maneira idêntica ao contado por Moisés em Gênesis nós não sabemos, mas que existem registros históricos suficientes para crermos que sim, existem!

Até Mais!

10 Comentários

  1. neilson

    É muito bom um conhecimento como esse o problema é o acesso de conteúdo como esse pra ter como argumenta quando questionado

    Responder

    1. Que bom que gostou Neilson! Eu entendo, mas com certeza você poderá estudar mais sobre o assunto para se aprofundar ainda mais.

      Fica na Paz!

      Responder
  2. Jorge da Silva abreu

    Saudações cristãs a todos.

    E creio que Adão e Eva existiram e vou muito mais além, quando imagino um jardim do Édem perfeito, de tal modo que o homem Adão e a mulher Eva falava com todos os animais, e não tão somente com a cobra.
    As vezes eu me pergunto porque que a comunidade científica não levanta essa suposição do homem conversar com os animais naquele tempo? O que me leva a pensar que um simples papagaio, não só tem a língua, como a capacidade de imitar a nossa voz até os dias de hoje?

    Contudo, muitos céticos descrentes, preferem crer em mitologias grego-romanas, nórdicas e etc, do que crer realmente está escrito na Bíblia.

    E como Jesus disse:
    E, respondendo ele, disse-lhes: Digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão.
    Lucas 19:40. Isto está se provando a cada dia, quando a arquelogia encontra pedras, tabletes e outros artefatos mais com escritas eruditas e remotas, em cuneiforme e etc, que confirma os relatos bíblicos

    Ou seja, não havendo mais crentes de fé na Bíblia Sagrada, as provas serão mostradas para todos aqueles que duvidam, creiam de fato, que os fatos narrados na Bíblia é tão verdadeiro as credencia com a palavra de Deus.

    Responder

    1. Realmente Jorge eu também não entendo este ceticismo, já que existem provas suficientes de que a Bíblia é verdadeira.

      Fica na Paz irmão, até mais!

      Responder

    2. Graça, e Paz. Creio piamente, e de todo meu coração , na existência do casal.. Adão e Eva. Sobre os animais falantes, temos ainda hoje, o Papagaio..com sua inteligencia. Conclusão.. quem somos nós para duvidarmos das verdades contidas na Bíblia? Abraços, e que, Deus ilumine os descrentes.

      Responder
  3. glaci meira

    obrigada pelo ensino e quero muito entender a palavra por que eu leio e pouco entendo

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *