Você está angustiado?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Sempre gosto de escrever sobre a questão da dor, do desamparo, da solidão e da angústia. Isto porque são questões que sempre me fazem refletir. Problemas como o que fazer quando a vida nos machuca ou o porque Deus permite que soframos, me fazer refletir desde muito garoto. Como cresci dentro de um ambiente religioso e pentecostal, onde a euforia era a presença de Deus e a tristeza a falta dela (nem pensava em depressão, pois era “coisa do diabo”), tive uma percepção errada da dor até começar a senti-la na pele.

Quando comecei a ler o Evangelho de “carreirinha”, me lembro que a primeira vez que fiz isso li todo o Novo Testamento em 15 dias. Meu mundo desabou, pois tudo o que eu havia aprendido na “igreja” não batia com o Jesus dos Evangelhos, sempre que estava ouvindo alguma pregação eu me pegava corrigindo o pregador na minha mente, e sempre me questionava o porque as pessoas fingem não sentirem dores. As mascaras que criamos para estabelecermos uma imagem perante os outros são responsáveis pelo agravamento das nossas dores internas. Doril pode curar dores de cabeça, mas não existe comprimidos para curar as angústias. Se você está angustiado, sabe que não existe essa de “o tempo cura”, pois na realidade o tempo não cura, ele coloca novas experiências em cima das antigas e assim esquecemos o que nem chegou a ser curado de verdade. Jesus, o Salmista, os Profetas, os Apóstolos, todos eles passaram por esse momento de angústia e a chamaram pelo nome.

Mas a primeira coisa que você precisa entender se você está angustiado é que você não está sozinho. Muitas pessoas utilizam as mascaras para se tornarem sociáveis, mas são anti-sociais consigo mesmas e isto gera uma angústia de morte. Outras preferem ignorar o fato de estarem com problemas, se entopem de trabalhos e tarefas para não pensarem em como estão angustiadas. Por isso encare a sua angústia como uma… angústia! Jesus disse que a casa construída na rocha aguenta as tempestades enquanto a casa construída na areia cai, mas observe que a tempestade vem para as duas casas, o que as diferencia é o alicerce. Quem está alicerçado na rocha, não precisa fingir que está tudo bem, pois sabe da verdade, vive a verdade e ainda que a figueira não floresça, ele sabe que a sua alegria está em Deus.

Mas essa alegria não é uma gargalhada, é um sorriso! Não é eufórica é verdadeira. Lembra que no início do texto eu disse que o que li nos Evangelhos não batia com o que a “igreja” ensinava? Pois é, a “igreja” ensina que se está tudo bem é porque Deus está com você e se está tudo indo de “angústia em angústia”, Deus não está com você. Ora, a fé “evangélica” é uma fé eufórica. Observe os cultos: não existe um momento de reflexão, é proibido fazer silêncio e a euforia é total, porque se pararem por um segundo ficam angustiados, pois só utilizam as mascaras e ocultam a verdade de si mesmos. (É claro que nem todos são assim…)

A angústia é o nada e o nada é um abismo que puxará você se você fingir que ele não existe, mas se você reconhecer o abismo, logo ele deixara de existir pois a constatação é o primeiro passo para cura. Um médico não prescreverá remédios sem antes diagnosticar a doença, portanto seja o seu médico, seja o seu milagre, pegue a sua água e a transforme em vinho, pegue o seu leito, levante e ande!

Para você que está angustiado, leia o Salmo 31 e tenha fé em Jesus.

Até a próxima!

Tem misericórdia de mim, ó Senhor, porque estou angustiado. Consumidos estão de tristeza os meus olhos, a minha alma e o meu ventre.
Porque a minha vida está gasta de tristeza, e os meus anos de suspiros; a minha força descai por causa da minha iniquidade, e os meus ossos se consomem.
Salmos 31:9,10

8 Comentários

    1. Lucilene B. santos

      É verdade tem momentos que tenho vontade de ir embora deixar tudo, mas me pergunto fugir dos problemas?
      Oro muito peço ajuda à Deus, vejo quanto venci mesmo tendo dificuldades e prossigo meu caminho, mas não é fácil.

      Responder
  1. Jonnan Gregorio da Silva

    Fico feliz pastor em estar recebendo essas maravilhosas mensagens para minha vida, abracos. Jonnan

    Responder
  2. Elia

    Olá boa noite. Sou evangélica da adventista da promessa, tenho 8 mês que de convertida, mas não me sinto como um membro da igreja, pois é muita doutrina, coisas que foram quebradas na morte do Cordeiro. E também não gosto quando ficam pedindo dinheiro, poxa Jesus não ensinava seus discípulos a pedir dinheiro, dê com amor e receberá com amor. Não quero seguir igreja nenhuma, quero seguir o que Deus deixou na Bíblia.
    Não entendo disso pois em nenhum versículo vi Jesus Cristo perdido dinheiro.

    Responder

    1. Olá Elia!

      A pergunta é: se você não está satisfeita com o que vê nesta denominação, porque ainda esta lá? Você é livre amiga, procure um grupo legal de pessoas que sigam o Evangelho e pronto. Tenho certeza que será um problema a menos na vida rs…

      Fica na Paz!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *