abril 2016

Você está navegando os arquivos do site de abril 2016.

1 minuto Uma das formas utilizadas por pessoas como eu e você, que não possuímos muito tempo para estudarmos, é se matricular em cursos a distância. As vezes o curso não cumpre o que promete, ou temos medo de que o curso na realidade seja algum tipo de “golpe” que levará o nosso dinheiro para sempre. Mas imagine que você pode combinar: “qualidade + preço baixo + segurança”, tudo dentro de uma única instituição. Além de receber em sua casa: “certificado + carteirinha + Continue lendo

menos de 1 minuto Sempre gosto de escrever sobre a questão da dor, do desamparo, da solidão e da angústia. Isto porque são questões que sempre me fazem refletir. Problemas como o que fazer quando a vida nos machuca ou o porque Deus permite que soframos, me fazer refletir desde muito garoto. Como cresci dentro de um ambiente religioso e pentecostal, onde a euforia era a presença de Deus e a tristeza a falta dela (nem pensava em depressão, pois era “coisa do diabo”), Continue lendo

tímidos não herdaram o reino dos céus

2 minutos “Pessoas tímidas geralmente acabam sendo as pessoas mais legais que você conhece, depois que começa a conversar com elas.”  Desconhecido. Um versículo que pode gerar as mais perigosas interpretações está em Apocalipse 21:8, veja: Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos que se prostituem, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte. Algumas Continue lendo

Dez virgens parabolas

menos de 1 minuto Uma das parábolas mais conhecidas de Jesus é a chamada “Dez virgens”. Trata-se de uma parábola de natureza escatológica, onde o Reino de Deus é comparado a um conjunto de virgens, ou seja, um conjunto de mulheres puras que estavam aguardando a chegada do noivo. Assim que é anunciado a tão aguardada chegada do noivo, cinco virgens percebem que as suas lampadas estão ficando sem azeite e pedem azeite emprestado as outras cinco. Ora, as cinco que mantiveram azeite suficiente Continue lendo