Aprenda a Evangelizar as pessoas no seu dia a dia

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Uma das dúvidas mais comuns entre os evangélicos é o que fazer para evangelizar as pessoas de uma maneira amigável e gentil, sem ofender e sem forçar ninguém a nada. A maioria infelizmente não sabe agir de maneira natural e depois que são proibidos de pregar no trabalho, no transporte, na escola e em outros locais públicos, reclamam que estão sendo “perseguidos”, ora, a perseguição contra a chatice, a indelicadeza e a falta de educação são validas sim, por isso veja algumas dicas para evangelizar as pessoas no seu dia a dia.

Como você se comporta?

Eu dificilmente “falo de Jesus” com a boca, mas frequentemente as pessoas me perguntam: “por que você está sempre em paz?” ou “como faço para ter esse equilíbrio emocional?”. Quem é de Jesus é, e não precisa ficar dizendo, nem usando camisetas e muito menos marchando por aí como um “soldadinho de chumbo”! Quem é de Jesus é! Se você é de Jesus, as pessoas percebem a sua calma em meio a tempestade, a sua lealdade em meio a tribulação e a sua fé em meio a tormenta.

O chamado é para sermos irmãos de Jesus e amigos dos homens! Você quer evangelizar mas como você trata o seu subordinado? Você quer evangelizar, mas como você é no trânsito? Você quer evangelizar, mas como você age quando uma linda moça passa em sua frente? Entende o que quero dizer? Jesus nos disse que “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus…”, verbalizar o nome de Jesus não quer dizer nada, evangelizar significa viver conforme a boa nova que você propõem, ora, como pode eu querer evangelizar se a mensagem não é boa nova nem para mim?

Evangelizar as pessoas não é ser um chato!

No transporte público da minha cidade é proibido pregadores! Isso porque, a algum tempo atrás um pessoal “maluco” começou a invadir os transportes e a “pregar a palavra”. Com a invasão, foi criado uma lei que passou a impedir esse tipo de manifestação dentro do transporte. E eu fui e sou totalmente a favor! (pasmem!)

A maioria dos “pregadores” não sabiam nada de Evangelho, só eram “papagaios” repetindo os seus pastores idiotados, dizendo que tudo é pecado e que quem não “aceitar a Jesus” está no inferno!

Você quer evangelizar, então não seja um chato! Pense em como você agiria se alguém chegasse em você se achando o dono da verdade e dizendo que o seu modo de vida está errado? Você iria se ofender e não falaria mais com essa pessoa, correto? Pois é, não seja intrometido, Jesus é o caminho e não você! Jesus é a verdade e não o que os seus pastores te ensinaram! Aprenda com Jesus e siga os seus passos! Jesus era capaz de comer e beber muito vinho com a “moçada” e ainda assim se destacar pela sua calma e sabedoria! Jesus era divertido e possuía senso de humor! Jesus era Jesus, por isso seja você mesmo! Se alegre com os alegres e chore com os que estão tristes, pois mais cedo ou mais tarde as pessoas perceberam que você possui algo diferente e é aí que você apresenta o Jesus dos Evangelhos!

Fale sobre Jesus e deixe claro que ele é diferente da igreja evangélica brasileira!

Se você se assustou com a afirmação acima, saiba que nos dias de hoje isso é necessário. As pessoas associam Jesus a dinheiro, a dízimos ridículos e benção materiais! Jesus não é isso! A igreja moldou Jesus a sua imagem e semelhança, criando músicas de auto-ajuda e muita porcaria para vender um Jesus que não é Deus, mas sim um mordomo! Aprenda a separar a “mafia gospel” de Jesus, sugiro até que você ofereça uma cópia do novo testamento (somente do novo testamento!) para a pessoa que você está conversando e peça para dar uma lida. A Palavra de Deus é Jesus e isso basta!

Resumindo

Quando você está em Jesus, o fato de você ser você já é uma evangelização. As pessoas observam e percebem quando uma pessoa possui caráter, bondade e misericórdia, portanto use isso a seu favor!

Até Já!

21 Comentários


  1. Denise

    Isso mesmo, muitas vezes não é só a palavra que precisa ser pregada, o modo de vida também influencia, eu passo por essas situações onde muitas vezes meu modo de vida influencia alguém por perto. Não só a palavra pois, de que adianta pregar uma coisa e viver outra?
    Enriqueceu bastante em meu conhecimento.

    Responder
  2. Thais

    Muito bom o artigo, aprendi bastante com a leitura, realmente nao adianta falar de Jesus se nao vivermos o que está na palavra.
    Nosso comportamento influencia muito as pessoas ao nosso redor, somos comparados, dentro da nossa familia, entao nem se fala! Sao os primeiros a nos julgar se agimos errado diante de algum fato.
    Por isso temos que vigiar e orar e ter mansidao e paciencia, porque tem muitos que querem falar do Senhor e acaba sendo chatos , já vivi isso com a minha familia e é tao desagradavel, porque inves de aproxima-los, a gente afasta!!!

    Responder
  3. laecio

    Verdade muitas pessoas não sabem fala sobre as boas noticias de Deus só falam de religião.

    Responder
  4. Aline Martins de carvalho

    Olá , querido irmão concordo com vc em algumas coisas , mas vc mesmo em muitos momentos se referiu as pessoas como malucas e idiotas que evangelho é esse? Amado por mais ignorância que acha no mundo não temos o direito de ofender a ninguém mas o nosso dever é ensinar a verdade nem sempre a nossa verdade é a carta por isso temos a palavra de Deus e o Espírito Santo! Um forte abraço e que Deus nos abençoe!

    Responder
    1. CICERO REIS DE SOUZA

      Concordo com vc Aline ele quer ensinar cometendo os mesmos erros por ser professor não é pra qualquer um a paz do senhor

      Responder
  5. Jorge da Silva Abreu

    Saudações Cristãs a todos. Creio que a inconveniência cristã se dá por falta de conhecimento da palavra de Deus. Jesus mesmo nos alerta em Mateus 22:29 e Marcos 12:24: “……Errais não compreendendo as escrituras e nem o poder de Deus.”, por isso devemos tomar cuidado adotando alguns quesitos que são:

    1° Procure se aprofundar nas histórias bíblicas, para entender o conceito histórico social, político geográfico e econômico em que a palavra foi escrita, a quem se destinava, e para que serve nas ocasiões do nosso dia a dia. Fazendo isso, você vai entender a inspiração Divina da palavra.

    2° Não fale qualquer versículo em momentos inadequados. O exemplo disto é no momento em que a situação pede para você falar sobre salvação e você cita Thiago 2:26 onde diz que a fé sem obra e morta. Aí você, sem saber pode estar evangelizando uma pessoa que tem conhecimento bíblico e te cita a carta do Apóstolo Paulo aos Efésios 2:8-9 que diz que a salvação não vem das obras para que ninguém se glorie. Neste caso voltamos a questão do primeiro quesito.

    3° Desvincule-se de qualquer doutrina. Se torna realmente chato quando você tenta evangelizar empurrando as doutrinas de sua igreja para qualquer pessoa. Certa feita um Testemunha de Jeová ao me evangelizar disse me que não deveria comer carne de porco porque estava escrito na bíblia dele em Levítico 11:7 e Deuteronômio 14:8, certamente está na minha bíblia também, porém eu mostrei na bíblia dele em 1° Coríntios 10:25, onde o Apóstolo Paulo diz: “Comei de tudo que se vende no açogue (ou mercado), não perguntando nada por causa da consciência”. Está foi uma das razões que citaram no post evangelizar só com palavras do Novo Testamento, e mais uma vez, voltamos a questão do primeiro quesito

    4° Tenha convicção na palavra que você prega. Uma das maiores incoerências é você pregar uma ideologia da qual você não acredita. Eu perguntei ao mesmo testemunha de Jeová que me falou sobre carne de porco se ele estava salvo e o mesmo respondeu que não tinha certeza. Ora se o mesmo bateu em minha porta para falar sobre Jeová quer salvar a todos e ele próprio não tinha a convicção de que Jeová o salvou, se eu não fosse evangélico, como poderia por fé na palavra que ele pregava? Ele me fez a mesma pergunta e respondi que sim, que Jesus Cristo me salvou daquela cruz que era destinada a mim.

    5° Por último não seja um préconceituoso evangélico dizendo que quem está a salvo e só os evangélicos ou que só 144 mil se salvarão conforme os Testemunha de Jeová afirmam em Apocalipse 7:4, talvez essa possa ser a incerteza daquele senhor que me foi evangelizar no me portão. Jesus disse que nem todo aquele que diz Senhor Senhor entrará no reino dos céus (Mateus 7:21). Portanto fale apenas do amor de Cristo com a convicção de que você foi salvo superando todas injustiças deste mundo porque aprendeu amar como Ele nos amou, dosando está convicção de modo tal que não se torne uma arma de terror, mas sim uma boa semente que venha dar o fruto do amor de nosso Senhor no coração das pessoas.

    Graça e paz a todos.

    Responder
    1. Sylvio

      Caro Jorge, parabéns pelas belíssimas palavras, explicou como um verdadeiro doutrinador, fazendo menção às referências bíblicas. Com toda certeza, você é um excelente e próspero pastor.
      Aprendi muito ao ler seu comentário.
      Deus abençoe abundantemente, você e toda sua família.

      Responder
      1. Jorge da Silva Abreu

        Obrigado irmão Sylvio. Sou um apenas um simples diácono da Igreja a qual sou ovelha, porém, com certeza, o seu elogio é um grande incentivo para que possamos levar a palavra de Deus em lugares que são hostis ao evangelho.

        Responder
    2. Raquel Fontenele

      Lindo isso Irmão esse é o verdadeiro amor que o mundo precisa ver!!!!

      Amo Jesus Cristo
      quando lembro Dele meu coração se enche de amor,mas qdo lembro das doutrinas encho -me de medo e terror!!!
      preciso voltar a Essênciaaa ,Jesus e a Cruzzzzzz!!

      Responder
  6. ALEXANDRINA

    A paz do SENHOR gosto muito dos artigos o nosso maior testemunho para o mundo e nosso modo de ser as pessoas devem ver JESUS refletido em nos sim devemos ter a convicção da nossa salvação para evangelizarmos as pessoas mostrando para elas como DEUS nos ama .

    Responder
  7. Adenir

    E bom evangelizar a palavra de DEUS, porque ele e a joia mais preciosa que nos temos

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *