"Ninguém acredita que a Bíblia quer dizer o que diz; estamos sempre convencidos de que ela diz o que queremos dizer." George Bernard Shaw
01/06/2009

O ALCOOLISMO A LUZ DA BÍBLIA

Antes de entrarmos no assunto, gostaria de fazer um esclarecimento: O estudo que elaborei, sobre o alcoolismo, está fundamentado na Palavra de Deus, não num rol de conceitos e preconceitos puramente humanos de uma determinada instituição religiosa. A Bíblia é universal, portanto tem uma doutrina universal em qualquer assunto de ordem moral que diz respeito aos seres humanos em qualquer cultura. Tampouco pretendo esgotar todo o assunto concernente ao alcoolismo na Bíblia, pois o mesmo é largamente discorrido e apresentado de vários pontos de vista tanto no Antigo como no Novo testamento.

1) O alcoolismo segundo o texto de Gálatas 5: 19 20 e 21.

O alcoolismo está englobado na lista das obras da carne segundo escreveu o apóstolo Paulo em Gálatas 5.19-21. Leiamos o texto: Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas a cerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus?.

A palavra grega empregada neste texto para ?bebedices? é ?methai?, que significa literalmente bebida alcoólica e alcoolismo. O uso excessivo de bebida alcoólica causa prejuízos no corpo e na mente de quem o pratica, daí a palavra ?bebedices? está inserida na lista das ?obras da carne?.

Observemos, ainda, que pelo menos treze das dezesseis características listadas em Gálatas 5: 19-21, são encorajadas pelo uso excessivo do álcool. São elas: prostituição, impureza, lascívia, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, invejas, homicídios, e glutonarias. Essas características quase sempre são manifestas nos ambientes onde há o consumo excessivo de bebidas fortes, sendo às vezes em parte ou em sua totalidade. O alcoolismo também leva a diversos outros vícios, porquanto remove as inibições naturais, deixando tais indivíduos livres para praticarem coisas degradantes.
Como conseqüência o alcoolismo gera, em sua escala mais terrível, a morte espiritual conforme declara o apóstolo no final do texto: ?cerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus?.

2) Advertências acerca do alcoolismo.

2.1 - Pv. 23.20a Não estejais entre os beberrões de vinho...? Esta passagem nos adverte a não estarmos entre os que praticam o alcoolismo.

2.2 - Is 5.11 Ai dos que se levantam pela manhã, e seguem a bebedice, e se demoram até à noite, até que o vinho os esquente?. A advertência neste texto é mais severa. Observe a interjeição ?Ai? no início do versículo, ela denota uma reprimenda divina contra os bêbados. Essa interjeição não é usada na Bíblia dando idéia de condenação como sentença final, mas para descrever a miserável condição daqueles que estão sendo descritos, em especial nesta passagem os bêbados.

1.3 Lc 21.34 Acautelai-vos por vós mesmos, para que não aconteça que os vossos corações se sobrecarreguem de glutonarias, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e aquele dia vos pegue de surpresa, como uma armadilha.
Neste ponto temos a maior das preocupações ? o ser pego de surpresa na volta repentina de Cristo. A expressão ?aquele dia? no presente texto, fala-nos do arrebatamento da igreja, data tão esperada por todos os fiéis discípulos do Senhor Jesus.

3) O que o alcoolismo produz:

Analisemos o texto de Provérbios 23. 29,30: Seis perguntas, seis questionamentos que nos leva a uma profunda reflexão sobre este assunto.

3.1 Para quem são os ais? (reprimenda, censura, etc). os problemas causados pelo alcoolismo são de ordem pessoal, familiar, moral, e social.


3.2 Para quem os pesares? ? (aborrecimentos, aflições, dissabores, etc). São os constrangimentos pelo emprego perdido, endividamento, lar destruído, filhos desamparados e outras mazelas.

3.3 Para quem as pelejas? (contendas, intrigas, discussões intermináveis, etc). Geralmente as pelejas envolvem todos que estão ao redor do indivíduo. Mas o prejuízo maior é desse indivíduo. Quantos não perderam a própria vida ou tiraram a vida de outrem num momento de embriagues?

3.4 Para quem as queixas? Depois de toda farra vem o arrependimento. Pra não falar dos que foram prejudicados pela falta de responsabilidade do beberrão, como é o caso da esposa, ou do esposo, dos filhos, dos patrões etc.

3.5 Para quem as feridas sem causa? ? Essas feridas são de ordem moral, espiritual e física. Às vezes são profundas, tanto para o embriagado como para os que o cercam. Quantos prejuízos irreparáveis, quantos lares abandonados, filhos desamparados, homicídios, suicídios enfermidades incuráveis, e outras mazelas provocadas pelo álcool?

3.6 Para quem os olhos vermelhos? ? (olhar vago, face avermelhada, aparência de bêbado). O alcoolismo é uma coisa má que traz prejuízos irreparáveis, torturas pessoais, desprezo por parte da sociedade. Produz pobreza e desgraças.

4) O castigo pelo alcoolismo.

Nos tempos da Lei de Moisés, os filhos rebeldes, obstinados e beberrões, eram por seus pais lavados na presença dos anciãos, que eram uma espécie de magistrado, os quais eram julgados e condenados a serem mortos apedrejados.

O tempo da Lei mosaica passou, Jesus cumpriu toda a lei e inaugurou a era da graça a qual vivemos nos dias atuais, mas o castigo àqueles que se desviam pelos caminhos do alcoolismo é ainda mais severo, não só o corpo está sujeito a destruição, mas principalmente a alma.

Não erreis, nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus(1Co 6:9)?.

Que Deus em Cristo Jesus nos conceda mais e mais da sua Graça.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

Ola, Obrigado por comentar, Volte Sempre!!

Regras:
- Não serão aceitos comentários contendo: palavrões, ofensas, ou qualquer tipo de discriminação a pessoas ou a religiões!
- Não publicamos criticas negativas de "anônimos"! Para criticar, identifique-se!
- Os comentários serão respondidos aqui mesmo!
- Para saber mais sobre como aprovamos os comentários, leia nossa Política de Comentários ou veja nossa Política de Privacidade. E sinta-se seguro em nosso blog!

Deus abençoe!!

  © Portal Você para Deus - Todos os direitos reservados.

Template original por Dicas Blogger

| Topo